You are here

Share page with AddThis

Alimentos mais seguros

Controle Consciente
02.03.2018

Existe uma série de medidas destinadas a garantir a segurança do alimento, mesmo depois de os mesmos saírem das lavouras. Uma das preocupações de áreas que atuam no controle profissional de pragas urbanas é manter os alimentos saudáveis e seguros para o consumo, seja em ambientes industriais ou em ambientes comerciais, como é o caso de supermercados, lanchonetes, restaurantes, confeitarias, padarias e bares.

O monitoramento e controle de pragas é um pilar importante dentro de todos os procedimentos que envolvem as ações de controle sanitário. As medidas de segurança alimentar visam impedir a atração, o abrigo, o acesso e ou a proliferação de pragas urbanas que podem comprometer a qualidade higiênico-sanitária do alimento, e isso só é possível através de práticas integradas que englobem a:

  • Higienização, assepsia dos ambientes;
  • Manter e respeitar programas de descarte e recolhimento de alimentos;
  • Cuidados constantes com a inspeção da infraestrutura, impedindo assim acesso e abrigo de pragas.
  • Controle periódico e sistemático, prezando pela contratação de empresas legalizadas que utilizem produtos seguros e eficientes.

A preocupação com o controle de praga não só respeita normas pré-estabelecidas da Vigilância Sanitária, mas também garante a qualidade de vida e saúde de clientes e consumidores de indústrias e serviços de alimentação.

Veja o caso das baratas, por exemplo. Esses insetos podem carregar organismos causadores de diarreia, disenteria e intoxicações alimentares. Além delas, moscas, formigas e roedores também são pragas importantes que põe em risco a saúde das pessoas, já que também estão associados à transmissão de doenças e contaminação de alimentos. Por isso, é importante se manter sempre atento e preparado para agir, mesmo ao menor sinal dessas pragas.