Baratas: a importância de um controle efetivo

Saúde Pública
Barata doméstica

As baratas são insetos que tiram o sono de qualquer pessoa e, além de causar repulsa, podem transmitir doenças. Em áreas urbanas, as espécies mais comuns e abundantes são a Blattella germanica e a Periplaneta americana, conhecidas popularmente como barata de cozinha e de esgoto, respectivamente. 

Essas espécies de baratas preferem ambientes quentes e úmidos, além de terem hábitos alimentares variados, ingerindo fontes de proteínas, carboidratos e gordura. 

Em geral, a Periplaneta americana vive em locais como galerias de esgoto, bueiros, caixas de gordura e de inspeção, e podem voar.

Já a Blattella germanica aloja-se, sobretudo, em cozinhas e despensas, armários e gavetas, interruptores de luz, dentro de vãos de rodapés, dutos de fiação elétrica e locais como sótãos com materiais acumulados. Essa espécie passa a maior parte do tempo próxima de lugares com alimentos. 

Diante das dificuldades enfrentadas em relação ao controle de baratas, devido à sua rápida reprodução e potencial de transmissão de doenças, é fundamental realizar o controle químico com inseticidas que contam com alta tecnologia e excelência na aplicação. 

Ciclo de vida: Blattella germanica e Periplaneta americana

O ciclo de vida dessas duas espécies são parecidos. Elas depositam seus ovos em um  estojo chamado ooteca. Essa cápsula pode ser carregada pela fêmea até as vésperas da eclosão dos ovos (no caso da Blattella germanica) ou depositada em local apropriado, como fendas, frestas, gavetas ou atrás de móveis (assim o faz a Periplaneta americana).

Após a eclosão, cada ovo dá origem a uma ninfa – sem asas e sexualmente imaturas –  que, mediante várias mudas, resulta no inseto adulto. O tempo de vida da Blattella germanica dura, em média, 9 meses. Já a Periplaneta americana vive por mais tempo, até 2 anos. 

Como vivem em lugares sujos e se alimentam de restos de alimentos, as baratas domésticas podem transmitir uma grande variedade de doenças aos seres humanos, ao transportarem os patógenos em seus corpos.

Para que infestações sejam evitadas e haja um controle sobre essas pragas urbanas, é fundamental contar com soluções eficientes e que possuam alta tecnologia para resultados superiores. 

Conheça o inseticida em gel da Syngenta

Usar um inseticida aerossol de aplicação direta em algumas baratas pode não resolver totalmente o problema da infestação, já que não alcança todas as pragas existentes no local. O gel para baratas, por sua vez, é aplicado em frestas e fendas onde há suspeita de infestação e atrai as pragas que se encontram no local, fazendo com que elas consumam o produto.

Seu efeito é de ação gradual, ou seja, não é imediato, para que a barata possa retornar ao seu esconderijo e contaminar outros indivíduos. Sua formulação combina uma matriz alimentar de alta palatabilidade com um poderoso ingrediente ativo que age de forma diferenciada, propiciando um controle eficaz e que atrai as baratas mesmo em ambientes onde há competição com outras fontes de alimentos.

O efeito gradual faz com que a barata retorne ao esconderijo e contamine o restante da população. Pesquisas realizadas na Universidade de Purdue mostram que Advion® tem um efeito de transferência robusto, controlando as pragas que consomem o gel diretamente e também causando mortalidade secundária e terciária em outros indivíduos da infestação.

Conheça os benefícios do gel inseticida Advion®:

  • até 10x mais palatável que outros géis; 
  • produto ideal para aplicação localizada em ambientes internos e sensíveis, como áreas de manipulação de alimentos, hospitais e residências;
  • tem efeito que dura até 4 meses após a aplicação;
  • eficiente na transferência secundária e terciária para outras baratas que não tiveram contato direto com o produto.

Por isso, peça Advion® quando for realizar um controle profissional em sua residência ou estabelecimento comercial, e conte com auxílio de um profissional capacitado para realizar a aplicação.