You are here

Share page with AddThis

SYNPRAG Brasil 2019

Produtos & Tecnologias
05.09.2019

Em agosto, foi promovido o SYNPRAG – Simpósio Internacional Syngenta de Manejo de Pragas Urbanas, um evento que teve como objetivo disseminar conhecimento técnico de alto nível para o mercado. O encontro ocorreu em São Paulo e contou com a participação de diversos profissionais dos segmentos público e privado, além da equipe de especialistas da Syngenta. 

Ao dar boas-vindas aos participantes do SYNPRAG, Pedro Albuquerque, Líder da Divisão Syngenta Professional Solutions na América Latina, destacou que mais do que oferecer produtos, a empresa busca disponibilizar soluções de qualidade para que seja possível prestar um serviço – seja na área pública ou privada – com muito mais produtividade. “O foco das nossas pesquisas de desenvolvimento e inovação, que fazem parte da essência da Syngenta, é buscar eficiência para que vocês tenham um produto especializado para oferecer aos seus clientes”, comentou.

Blattella germanica em foco 

Um dos temas abordados nas palestras foi sobre o controle da Blattella germanica, também conhecida popularmente como barata de cozinha. O diretor-técnico do Centro de Pesquisa de Proteção Ambiental do Instituto Biológico, Marcos Potenza, desmistificou algumas crenças sobre a espécie, como a resistência à radiação. Potenza também foi enfático ao afirmar que a falta de monitoramento é um dos principais obstáculos para o controle da Blattella germanica. “Quando se faz um bom trabalho na escolha da formulação e a aplicação é feita adequadamente, há êxito no controle da espécie”, disse. 

Já Clair Viecelli, bióloga e responsável técnica da empresa de controle de pragas Brio Limp, mostrou seu estudo realizado em uma área alimentícia com 12 restaurantes, no qual analisou formas de aplicações do Advion Barata Gel. Com uma metodologia em que testou diferentes modos de aplicação do gel  a conclusão foi que o Advion Barata Gel apresenta excelente desempenho no controle da Blattella germanica em locais com um elevado grau de infestação. “São detalhes pequenos, mas que fizeram a diferença no controle. Observamos que as aplicações com pontos do gel apresentaram resultados melhores e mais rápidos”, explicou a bióloga. No controle efetuado pela equipe de Clair, foi possível controlar uma grande infestação da espécie com apenas 2 aplicações de Advion, sem a utilização adicional de outro produto. O controle total da infestação, entre adultos e ninfas, ocorreu após 12 dias da primeira aplicação do gel.

Em outra palestra do evento, foram apresentados dois exemplos de sucesso no controle da espécie. Quem mostrou os resultados aos participantes do SYNPRAG foram André Chaves, biólogo que atua na Área de Suporte Técnico e Pesquisa & Desenvolvimento da Syngenta Brasil, e Antônio Teixeira, proprietário da empresa Astral Niterói. Além dos aspectos técnicos destacados, os palestrantes chamaram a atenção para um fator fundamental: a satisfação do cliente. 

Destaques internacionais

O SYNPRAG contou com a participação de profissionais da Syngenta de outros países, como Clay Scherer, Gerente Técnico Global da Syngenta para Controle Profissional de Pragas e Vetores, que destacou a atuação da Syngenta no mundo, assim como seus esforços no desenvolvimento de novos ativos e produtos. 

Mark Coffelt, Líder de Suporte Técnico aos negócios da Syngenta na América do Norte e América do Sul, abordou como o controle químico de escorpiões é realizado nos Estados Unidos, mostrando os resultados mais recentes de testes com Demand para controle da praga, com alta efetividade em diferentes situações. 

Por fim, a Gerente de Suporte Técnico & Pesquisa e Desenvolvimento para Soluções Profissionais no Norte da América Latina, Teresa Ambriz, expôs dois temas relevantes: ‘Boas práticas de controle em indústria alimentícia’ e ‘Controle de escorpiões no México’, onde apresentou testes que demonstram o alto efeito residual da solução Syngenta Demand para controle da praga.

Cupins e escorpiões também ganharam espaço

O especialista em biologia de serpentes, aranhas e escorpiões e pesquisador do Instituto Vital Brazil, Dr. Claudio Maurício Vieira de Souza, comentou sobre os aspectos biológicos do animal e apresentou alguns testes para controle do escorpião amarelo. 

Francisco Zorzenon, Diretor-Técnico da unidade laboratorial de referência em pragas urbanas do Instituto Biológico, relatou casos de monitoramento em campo para o controle de cupins subterrâneos e outras pragas urbanas. 

Já Eder Rede, biólogo e especialista em entomologia urbana pela UNESP, contestou algumas afirmações equivocadas e mitos do mercado sobre a utilização de água como solvente para o tratamento de madeiras infestadas por cupins. 

Especialistas Syngenta

Washington Ferreira, Gerente Técnico e de Pesquisa & Desenvolvimento da Syngenta na América Latina, discorreu sobre o controle de mosquitos e moscas como uma oportunidade de negócio, uma vez que esse mercado é bastante negligenciado. 

Também houve o momento de enfatizar a importância do controle consciente de pragas urbanas, conduzido por Guilherme Stagni, que atua na área de Suporte Técnico e Pesquisa & Desenvolvimento da Syngenta Brasil. Com a apresentação, foi possível ver que para o controle efetivo de pragas é necessário montar uma estratégia adequada que combine inspeção, monitoramento, manejo do ambiente e utilização de formulações de alta performance. 

Espaço para debate 

Para finalizar o SYNPRAG, foi aberto espaço para perguntas e respostas com os palestrantes, além de sorteio de brindes para os participantes.